Posted 8 July 2013, 1 year ago | 26,371 notes | reblog this post
(originally refiz / via mikaellabevilaqua)
Posted 17 June 2013, 1 year ago | 72,115 notes | reblog this post
(originally blackisalsosexy / via versificar)
Mas tudo bem, você pode ir. Sua vontade nunca foi ficar, se é que você um dia esteve.
Guilherme.    (via rainedd)
Ela me pediu pra ouvir uma música, disse que era a sua favorita. Comecei a ouvir todos os dias e depois de um tempo passou a ser a minha também. Acho que isso é amor.
Acrescentada.   (via deadnes-s)
Posted 7 June 2013, 1 year ago | 23,767 notes | reblog this post
(originally acrescentada / via free-buoyant-loose)
Se fosse só sentir saudade, mas tem sempre algo mais..
Renato Russo (via importune)
Mas cala essa boca e me diz com o olhar. Quem era você até me encontrar? Se agora és diferente, o que eu fiz que te fez mudar? Eu lembro dos lábios tremendo ao dizer “eu não vivo sem você”.
Fresno   (via versificar)
Eu já tive vontade de colocar o pé na estrada. Assim, meio sem rumo. Tirar as coisas do guarda-roupa, colocar de qualquer jeito dentro da mala e ir. Sem destino, sem hora para voltar.
Clarissa Corrêa.  (via versificar)
Posted 4 June 2013, 1 year ago | 40,878 notes | reblog this post
(originally decifro / via versificar)
Faz falta ser a falta de alguém.
Impiedosa  (via dose-de-poesia)
Posted 4 June 2013, 1 year ago | 3,503 notes | reblog this post
(originally impiedosa / via good-vibes-inspire)
Ninguém é tão próximo e tão distante ao mesmo tempo. Ninguém se ama e se odeia no mesmo dia. Só nós. Por que a gente pensa igual, mas age diferente. Se eu vacilo, tu conserta e vice-versa. E assim a gente vai levando, vivendo, convivendo, aprendendo… Se amando.
Pedro Pinheiro (via versificar)
Posted 4 June 2013, 1 year ago | 10,151 notes | reblog this post
(originally versificar / via versificar)
Você chegou, fez o seu teatro, apresentou a sua peça, e no final, decepcionou o protagonista. O público chorou, e eu também. Por que não existe dor no mundo pior que se sentir especial para alguém em um dia, e noutro perceber que tudo foi uma grande ilusão. E agora, depois de tudo, eu te digo: Eu me senti assim. Doeu, doeu muito. Principalmente quando eu achava que estava te esquecendo, e algo me fazia te lembrar. Ou quando eu imaginava um pedacinho de você em cada pessoa que passava por mim. Mas a culpa não foi tua. O erro que foi meu, desde do princípio conhecendo o roteiro, eu sempre insistia em colocar a mesma peça em cartaz.
Pedro Pinheiro (via versificar)
Posted 4 June 2013, 1 year ago | 33,582 notes | reblog this post
(originally versificar / via versificar)